16
Apr 14

SERIGRAFADA PLUS na MAPI

Plus Galeria e Mapi 49 integram arte, moda e design em nova edição da Serigrafada

Exposição inédita também fará parte do evento

Uma nova edição da Serigrafada Plus será realizada no próximo dia 26, sábado, das 16h às 21h. A loja Mapi 49, em parceria com a Plus Galeria, idealizadora do evento, vai receber os artistas plásticos Oscar Fortunato e Rustoff para uma nova oportunidade de integrar arte e moda no mesmo lugar. Nesta edição a Serigrafada contará com uma exposição inédita da galeria, planejada especialmente para o evento. A música fica a cargo dos DJs Outsider e Janaína Jordão mais discotecagem em vinil de Alexandre Perini.

“Com a realização da Serigrafada na Mapi, nossa intenção é reforçar um movimento cultural no Setor Sul, que vem acontecendo naturalmente. As pessoas já passeiam de bicicleta nos fins de semana e sempre tem gente fotografando os graffitis e intervenções urbanas do bairro”, destaca Lydia Himmen, marchand da Plus Galeria e curadora da exposição.

Segundo ela, a região concentra grande quantidade de intervenções artísticas e ações espontâneas. “A área do setor e bairros próximos é muito rica, não graças a esforços do poder público, mas sim de artistas da nossa cidade, que vêm transformando o bairro na região cultural de Goiânia”, avalia.

Serigrafada Plus
As Serigrafadas são eventos tradicionais da Plus Galeria, e têm, desde o início, o valor de R$ 20 cada aplicação. Qualquer peça de vestuário pode ser serigrafada, desde que seja de algodão. Já as impressões com stencil, feitas por Rustoff, podem ser aplicadas também nos outros tipos de tecido.

Plus Galeria
Fundada em 2011, a Plus Galeria comercializa arte brasileira, utilizando a internet como possibilitadora de novos mercados e novos públicos consumidores. Com o propósito de democratizar o mercado artístico, a galeria vende obras de variadas técnicas, tamanhos e preços, todas 100% feitas pelos próprios artistas, do começo ao fim, para pessoas das mais variadas idades e lugares do país e do mundo.

Há quatro anos em atividade, a Plus Galeria vem consolidando seu papel de formadora de apreciadores e investidores em arte, e de fomentadora de um mercado mais justo e criativo para quem cria e para quem consome arte.

Mapi 49
Ao reunir no mesmo espaço bicicletas, skates e móveis desenvolvidos por designers cariocas, além de peças de roupa e acessórios, a Mapi 49 permite uma experiência de consumo consciente e integrada, e oferece um ambiente aconchegante para seus clientes.

Links

PlusGaleria
www.plusgaleria.com.br
www.plusgaleria.com.br/blog

Mapi
www.facebook.com/Mapi49

SERVIÇO
O quê: Serigrafada Plus Galeria e Mapi 49
Quando: 26 de abril (sábado), das 16h às 21h
Onde: Mapi 49 (Rua 113, nº 49, Setor Sul, Goiânia-GO)
Quanto: Entrada franca. Serigrafadas a R$ 20,00. Bebidas à venda.

Assessoria de Imprensa
Lambada Comunicação
Marcellus Araújo
(62) 9214-8496
Fred Leão
(61) 8175-2650

Artes de Rustoff, STENCIL, nas respectivas cores das fotos
Artes de Oscar Fortunato, SERIGRAFIA
Share

22
Mar 14

Ramon Rodrigues

Xilogravura de Ramon Rodrigues, 76 x 53 cm. 2014

 

Ramon Rodrigues é um artista de Florianópolis que trabalha com gravuras em madeira. Sua formação se deu em Buenos Aires e sua cidade natal, e passa pelo desenho e pela pintura, chegando, finalmente, à xilogravura. A técnica é um clássico na história da arte, usada por artistas como M. C. Escher, Pablo Picasso, e tantos outros. Nas mãos de Ramon, a goiva (o instrumento utilizado para entalhar a madeira) adquire leveza e detalhes impressionantes.

Atento a todos os detalhes do processo de criação de suas obras, Ramon Rodrigues contrapõe a dureza da prensa com a sutileza de seus traços. Suas gravuras surgem de um imaginário povoado pelas histórias de Edgar Allan Poe e José Posada. Gatos, caveiras, hipnoses e damas misteriosas sobre fundo negro se misturam a penas, chaves, cultura mexicana e outros animais. As texturas e a riqueza de detalhes com certeza encherão seus olhos e suas paredes.

Share

22
Mar 14

Glossário: Original ou Gravura?

Matriz serigráfica em filme de recorte (recortada à mão com estilete pelo artista) e impressões serigráficas. De Oscar Fortunato.

 

Não importa de que assunto estejamos falando, um vocabulário particular sempre vai estar presente. No mundo da arte isso é particularmente importante, pois a denominação representa o meio, a técnica, os pigmentos etc. E isso influencia no valor, na durabilidade, no tipo de moldura e até na maneira de guardar as obras.

Vamos falar de uma técnica que, na verdade, são muitas. A gravura é composta de dois momentos: a criação da matriz e a impressão. A matriz pode ser de materiais variados (pedra, metal, madeira, tela serigráfica etc.) e é a base utilizada para se imprimir.

Muitos artistas utilizam-se da gravura como meio de reprodução de um desenho prévio ou como a própria técnica criadora. Esse último é o caso das litogravuras, xilogravuras e gravuras em metal, em que se cria ranhuras na superfície da pedras, madeira ou folhas de metal respectivamente. Essa matriz é então colocada em uma prensa, onde replicará o desenho. A série resultante deve ser numerada e assinada posteriormente. O seu valor vai depender da tiragem da série, seu número de produção (as primeiras têm maior valor), o material (tipo de papel) e o gabarito do artista.

Originais são, obviamente, mais caros. Como o próprio nome diz, não têm pares. Já as gravuras têm preços mais acessíveis, fomentando o mercado da arte.

Share

01
Feb 14

Man in the Long Black Coat

Bob Dylan
Traduzido por Eduardo Bueno

http://grooveshark.com/s/Man+In+The+Long+Black+Coat/4fnS4r?src=5

 

Xilogravura de Ramon Rodrigues, 75 x 54 cm.

Man In The Long Black Coat
O HOMEM DA LONGA CAPA ESCURA

Crickets are chirpin’, the water is high,
Os grilos estão cantando, a maré já subiu,

There’s a soft cotton dress on the line hangin’ dry,
Há um vestido de algodão secando no fio,

Window wide open, African trees
Janela está aberta e as árvores as retorcidas

Bent over backwards from a hurricane breeze.
inclinadas para trás por um vento homicida.

Not a word of goodbye, note even a note,
Nem uma palavra de adeus, nem aceno ou mesura,

She gone with the man
Ela simplesmente se foi com o homem

In the long black coat.
Da longa capa escura.

Somebody seen him hanging around
Alguém o viu entrando na fila

cercanias
No velho salão de baile nas cercanias da vila

He looked into her eyes when she stopped to ask
Ele olhou nos olhos dela quando ela perguntou com doçura

If he wanted to dance, he had a face like a mask.
Se ele queria dançar. Sua cara parecia uma escultura

Somebody said from the Bible he’d quote
Alguém disse que ele citava de cor as Escrituras

There was dust on the man
Havia poeira recobrindo o homem

In the long black coat.
Da longa capa escura.

Preacher was a talkin’ there’s a sermon he gave,
O padre estava balbuciando. Um sermão que ninguém ouviu

He said every man’s conscience is vile and depraved,
Ele disse consciência de todo homem é depravada e é vil.

You cannot depend on it to be your guide
Você não pode depender dela, está cheia de defeitos

When it’s you who must keep it satisfied.
Nessa vida não basta só se manter satisfeito…

It ain’t easy to swallow, it sticks in the throat,
Não é fácil de engolir isso; deixa na garganta uma secura,

She gave her heart to the man
Ela deu seu coração para o homem

In the long black coat.
Da longa capa escura.

There are no mistakes in life some people say
Não há erros na vida, dizem certas pessoas

It is true sometimes you can see it that way.
É verdade, as coisas até que poderiam ser boas

Bridge: But people don’t live or die, people just float.
No fundo, as pessoas não vivem, nem morrem… Só flutuam em desventura…

She went with the man
Ela se foi com o homem

In the long black coat.
Da longa capa escura.

There’s smoke on the water, it’s been there since June,
Há névoa sobre as águas, está assim desde junho,

Tree trunks uprooted, ‘neath the high crescent moon
Árvores tombadas ao luar, destroncadas como um punho

Feel the pulse and vibration and the rumbling force
Sinta o pulso e vibração desse porto tão torto…

Somebody is out there beating the dead horse.
Tem alguém lá fora, batendo num cavalo morto….

She never said nothing there was nothing she wrote,
Ela nunca disse nada, nem bilhete ou pintura

She gone with the man
Ela simplesmente se foi com o homem

In the long black coat.
Da longa capa escura.

 

Argentina, 2012

http://www.youtube.com/watch?v=jMbQQvvV6vA

 

 

Share

08
Dec 13

EXPO PLUS DE FINAL DE ANO

 

Exposição reflete o espírito natalino

Acervo da Plus Galeria fica exposto no Solar Sá Peixoto de 14 a 21 de dezembro. Abertura terá serigrafada e happening de artistas goianos

No próximo sábado, 14 de dezembro, às 16h, a Plus Galeria abre sua nova exposição, Contos de Natal, com Dickens, que ficará em cartaz até o dia 21 no Solar Sá Peixoto, casa histórica do Setor Sul, em Goiânia. A abertura contará com a já popular Serigrafada, dos goianos Oscar Fortunato e Rustoff. Além disso, Lupe, goiana radicada no Rio de Janeiro, fará pinturas ao vivo.

A proposta da exposição é refletir sobre a ganância, avareza, ignorância e a miséria, através da Arte, e valorizar a generosidade e a solidariedade como verdadeiros valores do Natal. O ingresso da exposição será um quilo de alimento não-perecível, um litro de leite longa-vida, ou ainda roupas e cobertores. Toda a doação será encaminhado para instituições filantrópicas.

Grande parte do acervo da galeria estará exposto, incluindo dezenas de peças inéditas disponíveis a partir de R$ 90. A exposição dura uma semana e oferece uma solução criativa para encontrar bons presentes, além de ser uma alternativa aos grandes centros comerciais e shoppings, que ficam congestionados nesta época do ano.

Serigrafada

As edições da Serigrafada são tradicionais dos eventos da Plus Galeria, e têm, desde o início, o valor de R$ 20 a impressão. Qualquer peça de vestuário pode ser serigrafada, desde que seja de algodão. Já as impressões com stencil, feitas por Rustoff, podem ser aplicadas também nos outros tipos de tecido.

 

ARTES DE OSCAR FORTUNATO (serigrafia)

ARTES DE RUSTOFF (stencil)

 

 

ARTES DE MARCELO PERALTA (serigrafia)

 

 

 

 

Brigadeiros especiais, cupcakes e drinks criativos do Poema Gourmet estarão à venda durante a abertura da mostra. Haverá também atrações especiais.

 

SERVIÇO
O quê: Contos de Natal, com Dickens
Quando: 14 a 21 de dezembro
Abertura: 14 de dezembro às 16 horas
Onde
: Solar SaPeixoto. Rua 93, nº  35. Setor Sul. Goiânia, Goiás.
Quanto: Entrada, 1 kg de alimento não perecível ou 1 litro de leite ou roupas ou cobertores. Todas as doações serão encaminhadas às instituições que já colaboramos. Colabore você também.
Serigrafada: R$ 20,00 a impressão
Obras de Arte à venda a partir de R$ 90,00
Comidas e bebidas da Poema Gourmet à venda.

 

Assessoria de Imprensa
Marcellus Araújo
(62) 9214-8496
(61) 3344-3270

 

 

Fotos por Heloá Fernandes da nossa abertura, aqui

 

Share

25
Oct 13

VANITAS, 2013

Exposição com tema de caveiras explora a morte por meio da arte

“Vanitas” reúne obras de 13 artistas brasileiros e fica em cartaz na Objeto Encontrado de 02 a 22 de novembro

No dia 02 de novembro, Dia de Finados, a Objeto Encontrado inaugura às 20h a exposição Vanitas, elaborada pela Plus Galeria. Em sua terceira edição, a mostra fala sobre a morte, incentivando a reflexão do expectador sobre a vida humana.

Obras de 13 artistas plásticos brasileiros estão reunidas na exposição, que fica em cartaz até dia 22 de novembro. São eles: os goianos Lupe (hoje vive e trabalha em Teresópolis), Rustoff, Oscar Fortunato, Odon Nogueira e Rafael Fleury; os paulistanos Carlos Rezende, Leandro Dário, Nick Alive e Zé Otávio; o catarinense Ramon Rodrigues; a potiguar Sabrina Bezerra, de Mossoró; e a mineira Fernanda Guedes, que hoje vive e trabalha em São Paulo; e o Coletivo Transverso, grupo de artistas formados na Universidade de Brasília (UnB).

 

Frida, Dia de Los Muertos, de Fernanda Guedes. Canvas. Especial para Vanitas 2013

Para a curadora, Lydia Himmen, a exposição celebra o que há em comum entre todos os seres humanos. “Todos nós somos caveiras, homens e mulheres, independente de orientações sexuais, políticas, filosóficas, religiosas. Uma exposição de caveiras no Dia de Finados nos convida a uma reflexão e também a encarar a morte de maneira mais leve, natural, afinal de contas este é o final de todos nós, pobres, ricos, bem sucedidos ou não”, acredita Lydia, que é marchand da Plus Galeria e responsável pela Vanitas desde sua concepção, em 2011.

Antes realizada em Goiânia, este ano a exposição é sediada em Brasília, cidade que tem recebido com entusiasmo as ações da galeria e de seus artistas. Somente em 2013, a Objeto Encontrado recepcionou outras três ações da Plus, incluindo a exposição Duas Cidades, com obras do artista plástico Oscar Fortunato.

Lydia atribui à cultura mexicana a inspiração para a concepção da Vanitas. “O dia dos mortos é uma das festas mexicanas mais animadas, pois é quando eles acreditam que os mortos vêm visitar os seus entes queridos. Ela é festejada com comidas, festa, música e muitos doces. Nós nos inspiramos neles para comemorar essa data que na nossa cultura é tão triste, cinza e chorosa”, conta.

 

Obra de Leandro Dário (SP)

Vanitas
O conceito de ‘vanitas’ trata da natureza transitória da vida, e serviu de inspiração para artistas e artesãos por milênios. Quase todos os movimentos artísticos, do Barroco à arte neo-pop, pós-impressionismo ao surrealismo, têm explorado o tema na pintura, escultura, fotografia, joalheria, vídeos, gravuras e objetos.

Uma interpretação bastante comum desse gênero de obras artísticas é aquela que as identifica como uma mensagem de cunho moral. ‘Vanitas’, em latim, significa ‘vazio’, ‘futilidade’ e simboliza o vazio do que é efêmero, das coisas terrenas. É o vocábulo latino que, no português, está tanto na origem do substantivo ‘vaidade’ quanto na do adjetivo ‘vão’.

É possível, assim, entender a maior parte das naturezas mortas não apenas como demonstração de virtuosismo artístico, mas como alegorias morais, como mensagens que lembram ao homem a passagem do tempo e, sobretudo, a certeza da morte e transitoriedade da vida.

 

Obra de Ramon Rodrigues que será entregue (emoldurada) como premiação à melhor caracterização da noite de abertura da Vanitas (2 de novembro, a partir das 20h)

Plus Galeria
Fundada em 2011, a Plus Galeria comercializa arte brasileira, utilizando a internet como possibilitadora de novos mercados e novos públicos consumidores. Com o propósito de democratizar o mercado artístico, a galeria vende obras de variadas técnicas, tamanhos e preços, todas 100% feitas pelos próprios artistas, do começo ao fim, para pessoas das mais variadas idades e lugares do País e do mundo.

Há três anos em atividade, a Plus Galeria vem consolidando seu papel de formadora de apreciadores e investidores em arte, e de fomentadora de um mercado mais justo e criativo para quem cria e para quem consome arte.

Objeto Encontrado
No mesmo local, a Objeto Encontrado une arte e café. Na parte superior, está a simpática cafeteria, que serve cafés especiais feitos com uma legítima La Marzocco. No subsolo, exposições mensais e eventos de arte fazem do local um dos endereços consolidados para quem aprecia arte em Brasília.

Links
PlusGaleria.com: http://plusgaleria.com.br/
Objeto Encontrado: http://www.objetoencontrado.com/

 

Obra do Coletivo Transverso (DF)

SERVIÇO
O quê: Exposição Vanitas 2013
Quando: 02 de novembro (Finados) a 22 de novembro
Abertura: 02 de novembro às 20 horas
Onde
: Galeria Objeto Encontrado (Quadra 102 Norte, Bloco B, Loja 56 – Asa Norte – Brasília).
Quanto: Entrada franca

Assessoria de Imprensa
Marcellus Araújo
(62) 9214-8496
(61) 3344-3270

 

Obra de Carlos Rezende (SP), especial para Vanitas 2013

 

 

Nós na Globo News

http://globotv.globo.com/globo-news/jornal-das-dez/v/embaixada-do-mexico-celebra-dia-dos-mortos-com-oferendas/2931052/

 

 

 

Share

14
Oct 13

Curso de XILOGRAVURA, com Ramon Rodrigues

 

Dias: 19 e 20 de outubro de 2013. (Total de 8:30 horas).

Horário: das 13h – 18h (sábado 19) e 9h – 12:30h (domingo 20).
Investimento: R$ 300,00 , trezentos reais sendo 50% no ato da inscrição e 50% no primeiro dia do curso.

Mais infos e incrições em contato@plusgaleria.com ou 62 8428-3867

Programação

Dia 19:
1. Demonstrar diferentes técnicas de gravação da matriz xilográfica;
2. Instruir os participantes na execução de um esboço para a gravação da matriz xilográfica;
3. Ensinar formas de gravação da matriz xilográfica, além de noções básicas de segurança e de manuseio das ferramentas;
4. Exemplificar, por meio de referências visuais, os possíveis resultados obtidos com a técnica;

Dia 20:
5. Citar as diversas formas de impressão de uma xilogravura;
6. Demonstrar como é impressa a matriz em uma prensa de relevo;
7. Auxiliar os alunos na impressão das matrizes gravadas durante o workshop;

Materias fornecidos:
1. Papel para testes e para impressão da cópia final;
2. Placas de MDF para as matrizes;
3. Materiais necessários para a impressão (tinta, solvente, espátulas etc.).
Materiais exigidos:
1. Goivas (mínimo uma V e uma U);
2. Lápis ou lapiseira;
3. Borracha;
4. Marcador permanente preto (1.0mm e/ou 2.0mm).

Ramon Rodrigues vive e trabalha em Florianópolis.

Para conhecer o trabalho do artista
http://www.plusgaleria.com.br/category.php?id_category=49

Oferecemos certificados.

SÃO POUCAS VAGAS!

 

Xilogravura de Ramon Rodrigues. Notem todos os traços, incluindo a sombra do arame na madeira. ABSURDO o trabalho deste artista!

 

Currículo Ramon Rodrigues

 

Currículo Ramon Rodrigues – Artista Gráfico

Artista gráfico, graduado e mestre em Design, Ramon Rodrigues é natural de Florianópolis (SC). Estudou ilustração, pintura, desenho e gravura em Florianópolis e em Buenos Aires.

Formação Acadêmica: Design Industrial (UDESC) e Mestrado em Design (UDESC).

Exposições/ Individuais: Faculdades ASSESC (Florianópolis)– 2007; Café Matisse/Centro Integrado de Cultura (Florianópolis)– 2007; Bar Açores (Florianópolis)– 2007; Café das Artes (Florianópolis)- 2008; Cor Galeria (Florianópolis) – 2013. Coletivas: Centro Integrado de Cultura (Florianópolis)– 2008/2009; Vecchio Giorgio (Florianópolis) – 2011; Maratona Cultural – Galeria Cor (Florianópolis) – 2012; Fundación Lebensohn (Buenos Aires) – 2012; Fundacíon UOCRA (Buenos Aires) – 2012; Palácio Cruz e Sousa (Florianópolis) – 2013.

Workshops ministrados: Galeria Cor (Maratona Cultural) – 2012; Atelier SC (Florianópolis) – 2012; Galeria Plus (Goiânia) – 2012; Floripa Tem (Florianópolis) – 2013; Atelier SC (Florianópolis) – 2013; Cor Galeria (Florianópolis) 2013.

  • Xilogravura feita com 2 matrizes, uma entintada de preto, outra de vermelho. Encaixe perfeito.

Share

01
Oct 13

Fnac + Plus = Impressões Sonoras

Plus Galeria e Fnac Goiânia promovem exposição com debates sobre artes plásticas

Artistas retratam o universo musical na mostra “Impressões Sonoras” e falam sobre suas técnicas, processo criativo e produção de arte

A Fnac Goiânia inaugura em suas dependências, no Shopping Flamboyant, a exposição “Impressões Sonoras”, em parceria com a Plus Galeria, no dia 11 de outubro, sexta-feira, às 20h. O tema das 21 obras selecionadas é o universo musical, e os artistas abordam temas gerais sobre a música e também retratam personalidades que são ícones do pop, do rock’n roll, do jazz e do blues, como Madonna, Thelonious Monk, os Beatles e vários outros.

Durante a mostra, que fica em cartaz até 21 de outubro, serão realizadas quatro noites de debates abertos ao público com alguns dos artistas que fazem parte da exposição. Eles vão conversar sobre processo criativo, suas técnicas, produção e artes visuais de forma geral.

Debates

Em cada noite, um artista será o convidado do debate, e fará também, ao vivo, impressões de gravuras na técnica predominante de seu trabalho. No dia 11, Lupe, artista goiana radicada em Teresópolis, Rio de Janeiro, fará sua participação e imprimirá xilogravuras. No dia 13, é a vez do também goiano Oscar Fortunato fazer serigrafias ao vivo e dar sua contribuição.

Rustoff, outro artista local, é o debatedor do dia 15. Ele trabalha com a técnica do stêncil e também confeccionará gravuras. Por fim, Ramon Rodrigues, de Florianópolis, participa no dia 17, encerrando as noites de debates dos artistas, e vai imprimir xilogravuras. Todos os debates serão feitos das 20h às 22h, na Fnac Goiânia.

A iniciativa compartilhada entre a Plus Galeria e a Fnac Goiânia é de aproximar as pessoas dos artistas e do trabalho que realizam, permitindo que a arte esteja mais próxima do cotidiano da população goianiense.

A intenção da exposição é fornecer, por meio das cores, desenhos e texturas, uma plataforma física para estabelecer o diálogo estético das artes plásticas com a música, uma arte sensorial por definição.

Contatos Plus Galeria
(62) 3278-2582 / 8428-3867

Contato Fnac
(62) 3612-2004

 

Links
PlusGaleria.com: http://plusgaleria.com.br/

Agenda Fnac : http://www.agendafnac.com.br/
http://www.agendafnac.com.br/evento/impressoes-sonoras/

 

SERVIÇO

O quê: Exposição “Impressões Sonoras” e debates com artistas plásticos

Quando

Exposição: de 11 a 21 de outubro

Debates:
Dia 11/10 (sexta-feira), abertura às 20h, e debate com Lupe
Dia 13/10 (domingo), às 20h, debate Oscar Fortunato
Dia 15/10 (terça-feira), às 20h, debate com Rustoff
Dia 17/10 (quinta-feira), às 20h, debate com Ramon Rodrigues

Onde: Fnac Goiânia – Shopping Flamboyant, Goiânia- GO

Quanto: Entrada franca. 

 

Beatles. Originais by Zé Otavio

Assessoria de Imprensa
Marcellus Araújo
(62) 9214-8496
(61) 3344-3270

Share

15
Sep 13

Serigrafada Plus + Casulo

 

Plus Galeria e Casulo Moda Coletiva integram arte e moda em nova serigrafada

Artistas vão estampar peças desenvolvidas e customizadas pelo coletivo de moda

No próximo dia 21, sábado, a partir das 17h, o Casulo Moda Coletiva recebe os artistas Marcelo Peralta, Oscar Fortunato e Rustoff para uma nova serigrafada promovida pela Plus Galeria. Desta vez, a parceria com o Casulo consolida ainda mais a integração entre arte e moda das Serigrafadas Plus, que vêm se tornando mais conhecidas dos goianienses a cada nova edição.

As aplicações por serigrafia serão feitas por Fortunato e Peralta. Rustoff aplicará as estampas que desenvolveu por meio da técnica de stêncil. Cada aplicação terá o mesmo valor praticado pela Plus desde a primeira edição do evento: R$ 20,00. Já as customizações que serão feitas pelo Casulo poderão variar entre R$ 5 e R$ 20,00, dependendo da modificação. Além disso, adesivos criados e produzidos pelos artistas também estarão à venda, todos por R$ 10,00.

O coletivo de moda vai disponibilizar peças variadas, como regatas, vestidos, lenços e camisas para venda a preços especiais que poderão ser serigrafadas, mas as pessoas também podem levar suas próprias peças.

Su Martins, uma das estilistas integrante do Casulo, colocará à venda bolsas para discos de vinil e ecobags desenvolvidas por ela exclusivamente para o evento, e Oscar Fortunato também desenvolveu uma estampa para aplicar nas bolsas, com a mensagem “Vinyl does it better”.

Para as serigrafias, que são secas em forte fonte de calor, as peças devem ser de algodão. Para as aplicações de stêncil elas podem ser de qualquer tecido.

Continuar Lendo →

Share

31
Aug 13

“Duas Cidades”, expo de Oscar Fortunato

 

“Duas Cidades”

Oscar Fortunato expõe na Objeto Encontrado
Mais de 20 obras, entre telas, gravuras e outras plataformas farão parte da exposição “Duas Cidades”, que ficará em cartaz de 12 de setembro a 10 de outubro.

 

No dia 12 de setembro, quinta-feira, às 20h, a Galeria Café Objeto Encontrado abre a exposição “Duas Cidades”, do artista plástico goianiense Oscar Fortunato. A mostra fica disponível para visitações até o dia 12 de outubro.

Serão exibidas mais de 20 obras do artista: telas, gravuras e outras peças. Entre elas, alguns exemplos das inúmeras intervenções urbanas que Fortunato leva às ruas de Goiânia, Brasília e outras cidades. Lambes, adesivos e azulejos dão voz às inquietudes do artista.

Gercinas que tropeçam pelas calçadas, Pedros brigões e um falante Zoroastro espalhados, a espera do olhar dos passantes. Um lambe avisando que “Pessoas Soltas” estão por perto ou até mesmo o lambe com os candangos de Bruno Giorgi segurando bandeiras negras.

Estarão expostas ainda telas de grandes formatos e serigrafias únicas em dípticos que conversam entre si, todas com jogos óticos, uma das características de Oscar, que produz 100% sua obra. Do começo ao fim.

 

Outras mostras

Fortunato realizou a exposição “Outsider”, em 2009, na Renome Galeria de Arte, em Brasília, onde, em 2010, também teve seus trabalhos exibidos no Salão Branco do Congresso Nacional. Também realizou recentemente duas “Serigrafadas” (happening onde o artista imprime na hora, através da técnica da serigrafia, suas Artes em peças de vestuário) na Objeto Encontrado:  “Pessoas Soltas” e “BSB, Beat Sweet Beat”, quando firmou sua relação com o público brasiliense.

Oscar Fortunato é um dos artistas plásticos mais conhecidos de Goiânia, e tem suas obras abrigadas na PlusGaleria.com, que reúne outros 16 artistas brasileiros.

 

Links

Oscar Fortunato http://www.oscarfortunato.com/

Instagram http://instagram.com/oscarfortunato

PlusGaleria.com http://plusgaleria.com.br/

 

SERVIÇO

O quê: Abertura da exposição Duas Cidades, de Oscar Fortunato.
Quando: 12 de setembro, às 20h.
Onde: Galeria Café Objeto Encontrado. Cln 102 Bloco B, Brasilia – DF, 70722-520.
Telefone: 61 3326-3504
Quanto: Entrada franca.

Duas Cidades: de 12 de setembro a 12 de outubro de 2013

 

 

RU da UnB. Foto: Lucas Hamu

 

Duas Cidades

Oscar Fortunato, inspirado em Charles Dieckens

Foi o melhor dos tempos, era o pior dos tempos. Duas cidades separadas por tão pouco. Tão juntas e tão separadas. Preconceitos bobos de ambas as partes, pequenos sentimentos que parecem dissiparem com o nosso conhecimento mútuo. Aprendemos a entender o nosso vizinho e ele começou a ver a nossa graça.

Duas cidades que quase utopicamente se incrustaram no coração desse país. Cidades que nasceram do sonho de dois homens, que enfrentaram sem medo os enormes desafios de suas épocas. Temos uma história muito parecida, nascemos num mesmo tempo. Temos os mesmos desejos.

Foi a época da incredulidade. Nossas diferenças nos atraem. Nossas trocas aumentaram. Estamos nos entregando um ao outro. Vai chegar o momento em que não haverá mais distância. Sempre foi missão da arte unir as pessoas, celebrar o encontro e promover o progresso da humanidade.

Não posso carregar outra intenção além desta. Estreitar esses laços. Mostrar que estereótipos são falsos. Que precisamos deixar de lado a geografia inventada pelos homens e nos permitirmos as coisas do coração.

Temos tudo diante de nós e não temos nada contra nós.

 

Foto: Lucas Hamu

 

 

Foto: Alessandra Fratus

 

 

Fotos da abertura, podem ser vistas aqui FACEBOOK

Share