03
jan 12

Jovens Colecionadores de ARTE, na ZELO mag


Foto: Angela Motta

 

JOVENS COLECIONADORES DE ARTE

Por Andrea Regis

 

Eles estão entre os 30 e 40 anos de idade e escolheram colecionar obras de arte, fazendo emergir um tímido, mas promissor, movimento no mercado local.

 

Com bom humor, Frederico Telho nem hesita em contar que, para a família, ele não passa de um louco. Assim o advogado e servidor público federal é considerado por ter as paredes repletas de obras de Arte – do chão ao teto – com a cumplicidade e aval da esposa Eloína.  Aos 32 anos, Frederico é apenas um dos representantes de uma nova geração de consumidores de Arte que desponta em Goiás. Eles são jovens que elegeram como um dos grandes prazeres da vida serem colecionadores de Arte.

 

O ano de 2006 foi o divisor de águas. “Entrei no Atelier Galeria de Arte e Molduras, em Goiânia, e vi um quadro de Antônio Poteiro, no cavalete: era Ciranda de Anjos, de 2002, com fundo azul, diferente das outras do artista. Perguntei se haviam deixado para trocar a moldura e o dono do local (hoje, meu caro amigo senhor Ronaldo), disse que era para vender, em consignação. Minha sogra, Maria do Rosário, me acompanhava e incentivou a comprá-lo. Não hesitei! Foi minha primeira obra de Arte e pela qual tenho um carinho especial. Assim, sem saber, me permiti. Deixei que minha adoração pela Arte fluísse e que eu pudesse adquirir outros trabalhos”.

Continuar Lendo →